Caso Flordelis: Casa de testemunha que depôs contra a deputada é atingida por bomba

0
75

A Casa de Regiane Rabelo, testemunha que acusou a deputada gospel Flordelis (PSD) de planejar a morte do marido, o pastor Anderson do Carmo, foi atingida por uma bomba caseira, na madrugada da última sexta-feira (04/09), em Itapuaçu, no Rio de Janeiro. A empresária disse se tratar de uma retaliação para fazer ela se calar.

A testemunha é ligada a Lucas dos Santos, filho adotivo da deputada que está preso desde o ano passado e que confessou ter comprado a arma utilizada no assassinato do pastor Anderson do Carmo.

A vítima foi ouvida na DHNSG (Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo) e levou novas provas para a investigação do caso. Por enquanto, segundo o delegado Allan Duarte, foi aberto um inquérito separado para investigar esse ataque a bomba.

Mas, se ficar comprovado que há a participação de Flordelis, ou de algum dos outros envolvidos no crime do pastor, nesse episódio da bomba, eles responderão, além dos crimes já imputados, pelo delito de coação.

A testemunha que sofreu o suposto atentado falou à Record TV e afirmou que Lucas dos Santos é inocente, ao contrário de Flordelis: “Ela deixou para planejar o crime quando o garoto tivesse 18 anos, para ele assumir toda a carga dessa família bandida. E ela [Flordelis] é a chefe da bandidagem”, disse a testemunha.

Para a Polícia Civil e o Ministério Público do Rio também não há dúvidas de que Flordelis seja a mandante do crime: “Sem dúvida alguma, para a polícia, ela é a mandante. Ela é tão perigosa, ou mais, do que as pessoas que estão presas”, afirmou o delegado do caso, Allan Duarte.

Flordelis nega qualquer participação no crime e disse que irá provar sua inocência. Ela corre o risco de ter seu mandato cassado na Câmara dos Deputados, e ser presa posteriormente, mas afirmou que “isso não acontecerá” [ser presa].

Comentário