Senador ironiza direito dos guardadores do sábado

0
666
Foto: Divulgação/Internet

Os guardadores do sábado tiveram por meio de um senador, o senhor Magno Malta (PR-ES), um projeto de lei que garante o direito da liberdade religiosa, mas, o plano foi ironizado pelo senador Telmário Mota (PTB-RR).

Telmário justificou seu voto, alegando ser desnecessário ter que mudar toda uma programação, de por exemplo, trocar datas de concursos, que geralmente ocorrem nos sábados e domingos, para então realizá-lo em dois domingos.

O senador também disse que isso abriria mais espaço para fraudes, pois, não seria possível provar quem é, e quem não é adepto da religião, e ao finalizar, ironizou dizendo: “Eu tenho certeza que se o cara fizer um concurso num sábado, Deus não vai botar ninguém no inferno”. Disse.

O senador Telmário Mota não lembrou que no Brasil existem mais de 2 milhões pessoas que guardam o sábado, e isso lhes é assegurado por lei.
A constituição Federal, no seu artigo 5º Inc – VIII assegura que: “Ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política.”

Comentário