Pastor realiza sonho de batizar sua filha dias antes de morrer com câncer

0
339
Foto: reprodução/internet

“Querida família da Primeira Igreja Batista do Sul, nosso querido pastor Shane morreu esta tarde de forma pacífica em casa. Deus escolheu curá-lo dessa maneira eterna. Certamente, nossas orações, apoio e simpatia se estendem a Misty, as meninas e a família. Para nós, como família de igreja, nos entristecemos e procuramos entender enquanto nos apoiamos em um Deus amoroso e fiel”, publicou Joe Sherrer, pastor na Primeira Igreja Batista do Sul, em Oklahoma, Estados Unidos, em um comunicado no facebook informando sobre a morte do querido pastor Shane.

 

Shane Hall, 46, era também pastor da Primeira Igreja Batista do Sul, faleceu dias depois de realizar seu sonho de batizar sua filha, Mallory. Ele vinha lutando contra um câncer de estômago há três anos. “Está noite ele está adorando com Jesus”, disse sua esposa Misty, em uma publicação no facebook.

 

Misty anunciou, no último dia 9, que todas as possibilidades médicas com o objetivo de salvar a vida de Hall estavam esgotadas, e que ele estava apenas tentando deixar seus últimos dias o mais confortável possível. “Continuamos a ver a graça sustentadora de Deus em Shane e também estamos conscientes de que sua condição não está melhorando. Não há mais tratamento médico disponível, por isso estamos focando nossa atenção em sua nutrição e controle a dor”, escreveu.

 

“Esta jornada de três anos e meio tem sido uma das difíceis lutas e vitórias. Esta semana não foi diferente. No meio de complicados dias, nossa filha Mallory professou Cristo como seu Salvador. Estamos regozijando com ela em sua decisão e dando graças pela provisão de salvação e esperança eterna do Senhor”, disse Misty sobre a conversão de Mallory, filha do casal.

 

No domingo (11), a esposa de Shane compartilhou uma foto que o mostra batizando a filha, apesar de estar muito debilitado. Ela falou ao site Baptist Press sobre a vontade do seu falecido marido de querer estar vivo até janeiro para ver Mallory professar publicamente Jesus como seu salvador. “Eu só queria batizar Mallory”, disse Shane a esposa. “Então, isso foi um presente para ele. Eu senti como um, foi isso que o manteve aqui por um tempo. Ele queria cumprir esse desejo de vê-la conhecer o Senhor”, completou Misty.

Foto: reprodução

Mallory processou sua fé em Deus dia 7 de fevereiro, quatro dias depois aconteceu seu batismo. Frank S. Page, presidente e CEO do Comitê Executivo da Convenção Batista do Sul, disse que ele era um herói. “Quando ouvi sobre o esforço milagroso de Shane Hall em ajudar a batizar sua filha, chorei. Falou do amor de um pai. Falou da determinação de um pastor. Deus abençoe ele e sua família enquanto continuam a fazer a diferença”, disse Frank.

Comentário