Início da vacinação contra Covid em adolescentes terá 44 postos em Manaus

0
5

Os adolescentes de 12 a 17 anos começam a ser imunizados contra a Covid-19 a partir da próxima sexta-feira (13), em 44 pontos de atendimento da Prefeitura de Manaus. Serão atendidos, inicialmente, os que têm comorbidades, os que têm deficiência permanente, as gestantes e puérperas, e, a partir de sábado (14), os demais jovens incluídos na faixa etária.
Para receber essa população específica, estimada em 237 mil pessoas, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) preparou 44 pontos de atendimento para a sexta-feira e 50 pontos para o sábado. Na sexta, funcionam quatro locais estratégicos de grande fluxo – Shopping Phelippe Daou e Studio 5, com postos apenas para pedestres, e Sesi e Sambódromo, para pedestres e drive thru – duas escolas da rede pública e 38 Unidades Básicas de Saúde (UBSs).  No sábado, além desses, estarão operando mais quatro UBSs, uma escola pública e o Centro de Convenções Vasco Vasques.
Todos os pontos estarão abertos das 9h às 17h, e em todos eles também serão atendidos os maiores de 18 anos que ainda não se vacinaram com a primeira dose e aqueles que já estão prontos para completar o esquema vacinal com a segunda dose.
A relação completa dos locais de atendimento está disponível nas redes sociais da Semsa (@semsamanaus, no Instagram, e Semsa Manaus no Facebook) e no site da Semsa, atualizado diariamente.

Acesso

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, informa que os adolescentes serão vacinados com o imunizante da Pfizer, por enquanto o único autorizado pela Anvisa para aplicação em menores de 18 anos no Brasil, e que o intervalo entre as duas doses, conforme orientação vigente do Ministério da Saúde, é de 84 dias.
Shádia ressalta que a plataforma Imuniza Manaus já foi ampliada e está pronta para o cadastramento dos que têm entre 12 e 17 anos. Para se cadastrar basta acessar o https://imuniza.manaus.am.gov.br, escolher a opção “Cadastro do Cidadão” e informar os dados solicitados, inclusive as condições especiais definidas para o início da vacinação: existência de comorbidades, deficiências permanentes e se a adolescente está gestante ou se encontra no puerpério (a até 45 dias depois do parto). A secretária lembra que o registro não é obrigatório, mas é recomendado para que o atendimento nos postos de vacinação seja mais rápido.

Documentos

Para ser vacinado, o jovem precisa apresentar os seguintes documentos: RG ou certidão de nascimento, CPF ou o Cartão Nacional do SUS e um comprovante de residência, com cópia. O adolescente que não tiver CPF nem Cartão Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS) deve procurar uma UBS para emitir o Cartão.
Também é obrigatório que o menor esteja acompanhado por um dos pais ou por outro responsável, maior de idade. Para a comprovação de responsabilidade, o pai ou a mãe devem apresentar documento de identificação original, com foto, e, se outro responsável, além do documento de identificação, uma declaração de responsabilidade, que pode ser feita manualmente no verso do comprovante de residência.

Prioridade

Os que forem se vacinar na sexta-feira devem apresentar, ainda, um documento de comprovação das condições que permitam a vacinação prioritária neste dia. As pessoas com deficiência permanente devem levar laudo médico ou documento oficial que caracterize PcD (Carteira da Pessoa com Deficiência, passe livre ou cartão de estacionamento), com cópia.
Os que tiverem comorbidades precisam apresentar laudo médico (original e cópia). No caso dos hipertensos e diabéticos, será aceita receita médica em papel timbrado oficial do SUS ou de estabelecimento de saúde da rede privada. Já as pessoas vivendo com HIV devem apresentar o cartão de identificação emitido pelo serviço de saúde, ou a declaração do Sistema de Controle Logístico de Medicamentos (Siclom) ou resultados de exames específicos (carga viral ou CD4).
Se a adolescente estiver grávida, deve levar exame de sangue, ultrassonografia ou caderneta da gestante. Para os puérperas, é necessário apresentar declaração de nascido vivo ou certidão de nascimento da criança.
 
Fonte:
Com informações da assessoria

Comentário