Omar Aziz rebate nota de Eduardo Braga e diz: ‘Ele tenta jogar seus erros para debaixo do tapete, mas o tempo dirá de quem é a responsabilidade’.

0
25040

Em delação premiada, ex-executivos da construtora Andrade Gutierrez, revelaram que pagaram propina aos ex-governadores do Amazonas, Eduardo Braga (PMDB) e Omar Aziz (PSD), que atualmente, são senadores pelo Estado.

Em matéria do Jornal Nacional (Rede Globo), Braga recebeu, R$ 1 milhão para beneficiar a empresa nas obras da ponte sobre o Rio Negro, quando era governador do Estado. Arnaldo Cumplido, ex-diretor da Odebrecht, afirmou que recebeu do antecessor, Marco Antônio, informações sobre o acerto com Eduardo Braga para que a empresa fosse beneficiada, e inclusive relatou reuniões com o atual senador para discutir imprevistos que causaram prejuízos à empresa.

Arnaldo Cumplido, também foi diretor da construtora Camargo Corrêa, e disse que a contrapartida pela obra foi paga em parcelas a Braga. Em sua página no Facebook, Eduardo Braga, disse: “Em 2007, enquanto governador do Estado do Amazonas, assinamos o contrato para a construção da ponte sobre o rio Negro no valor de R$ 574.826.098,12. Vale lembrar que, em abril de 2010, quando entreguei o comando do Governo do Estado para disputar uma vaga ao Senado Federal, 48% do valor original da ponte estava pago, com a obra em pleno andamento, sendo que 90% da construção já estava pronta.”

Em resposta a nota de Braga, Senador Omar Aziz o contradiz, e por vídeo afirma que assumiu o governo em abril de 2010 e 93% da ponte estava paga, enquanto a obra não passava de 48% concluída. Omar afirma que o governo da época tinha detectado erros no projeto, e que mesmo assim, tenta jogar a responsabilidade desses erros para sua gestão. Ainda afirmou que faz questão de ser chamado para depor, e que confia na investigação.

Senador termina o vídeo afirmando que é responsabilidade do governador assumir os erros e acertos, não de terceiros, tentando jogar para debaixo do tapete tudo que população já sabe, e que “O tempo dirá de quem é a responsabilidade”

assista o vídeo completo do Senador Omar Aziz:

Comentário