Ministério evangelístico resgata travestis e transexuais

0
268
Foto: internet

“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura” (Marcos 16:15). Esse foi o mandamento deixado por Jesus aos discípulos anos atrás e que deve ser seguido até hoje. É isso que o Ministério RP2 vem fazendo há mais de cinco anos em Belo Horizonte.

O Ministério tem como foco de evangelização os travestis. Atualmente, os trabalhos são liderados pelo pastor Felipe Abreu, juntamente com Márcia Elisa e Luana Falkaniere e em entrevista ao Portal Guiame deram detalhes sobre o projeto.

Em explicação sobre o que significa o nome, o pastor disse: “RP2 significa ‘Redenção Pedro Segundo’, que é uma avenida que a gente tem aqui em Belo Horizonte, a famosa Avenida Pedro Segundo, onde tem muito travesti e transexual”.

“O trabalho nada mais é que evangelizar, desenvolver e trazer para elas a Palavra de Deus de uma forma que elas possam sentir a paz para poder sair da vida que estão envolvidas. Hoje nós temos um grande problema, porque a maioria das igrejas não sabe lidar com isso”, explicou.

Felipe disse que ainda falta uma capacitação e que as igrejas não estão preparadas para a chegada de uma travesti ou transexual: “Tenta ser acolhedora, mas nem sempre consegue. Isso acaba fazendo com que elas venham a sair da igreja”.

“A maioria deles eram cristãos, a maioria veio de parentes cristãos ou passaram pela igreja, eram evangélicos. E em um certo momento da vida não conseguiram lidar com essa situação ou a própria igreja também não soube lidar”, disse.

O pastor contou o testemunho de uma das pessoas alcançadas pela evangelização: “Hoje nós temos um irmão que recebeu nosso trabalho. Deus tocou o coração dele e ele largou a vida na Pedro Segundo. Ele arrancou as cirurgias que havia feito, de silicone. Ele está caminhando na igreja faz uns dois anos. Então, Deus mudou a vida dele literalmente. Largou essa vida de prostituição nas noites e acabou sendo transformado”.

 

Com informações de Guiame.

Comentário