Militar que levou droga em voo pode ficar 15 anos preso

0
26

BRASIL Caso seja julgado na Espanha em vez de no Brasil, o segundo-sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues poderá pegar até 15 anos de prisão, segundo o advogado espanhol Jesus Santos.

Silva Rodrigues foi detido nesta terça-feira (25) no aeroporto de Sevilha, na Espanha, por transportar 39 quilogramas de cocaína em sua bagagem. Ele estava em um avião da FAB.

– Por ser um delito grave, a pena pode ser de 10 a 15 anos. A [prisão] preventiva pode chegar a 2 anos – explica o advogado ao portal G1.

Na Espanha, existem prisões específicas para militares, mas o brasileiro pode não ir para uma delas caso seja condenado por lá.

– Como é um delito de natureza comum, ainda que o acusado seja um militar, ele vai para uma jurisdição ordinária, e não especializada – aponta Santos.

Comentário