Filha de missionários brasileiros é brutalmente assassinada em Angola

0
48

Na noite de ontem (30), Yelissa Mendes, 24 anos, foi brutalmente assassinada nos em Huambo, Angola.

A brasileira é filha mais do casal de missionários Ismael e Sibeli Mendes Ferreira, que há quase 30 anos realiza trabalhos na África e lideram a Jocum na região.

Yelissa era estudante de Literatura Inglesa pelo Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED) e trabalhava como professora de português.

Segundo fontes do site Angola Press, a jovem enviou uma mensagem à família por volta das 20h40 dizendo que acompanharia o ex-namorado que iria liquidar uma dívida financeira.

Na mensagem, a jovem disse que esta dívida devia ser paga no bairro de Cambiote, há oito quilômetros da cidade de Huambo. Depois disso, Yelissa desligou o celular e não deu mais notícias, deixando a família preocupada.

O corpo de Yelissa foi encontrado nas proximidades da floresta do Sacaála, arredores da cidade do Huambo. Seu carro foi encontrado 10 km mais longe, dentro de uma lagoa.

O ex-namorado da jovem é suspeito pelo crime de homicídio qualificado e está sob custódia das autoridades policiais enquanto a polícia inicia a instauração do processo-crime.

Comentário