Ex-assassino membro de gangue é evangelizado na prisão, se converte e vira pastor

0
6
FOTO: REPRODUÇÃO

MUNDO| A forma como Deus se apresenta às pessoas e faz mudanças radicais em suas vida é surpreendente, e isso envolve todos, não importa o lugar ou o que tal pessoa já tenha feito. Este é o caso de Casey Diaz, um ex-assassino que entregou sua vida a Cristo e acabou se tornando pastor evangélico.

Casey não conhecia outra realidade em sua vida, senão a violência. Ele é a pessoa com o típico perfil de alguém que nasceu, cresceu e viveu em um contexto familiar disfuncional. Sua história foi contada no livro “The Shot Caller: A Latino Gangbanger’s Miraculous Escape from a Life of Violence to a New Life in Christ”.

Sua família saiu de El Salvador para buscar melhores condições de vida nos Estados Unidos, quando ele tinha 2 anos. Por volta dos 8, no entanto, o pequeno Casey já presenciava cenas de violência doméstica contra a sua mãe e abuso de drogas. Se tornar pastor um dia era algo que ele nunca havia imaginado.

Aos 11 anos Casey entrou para uma gangue de rua. Não havia muita novidade, pois sua própria casa já era um ambiente violento. Violência fazia parte da referência do agora ex-assassino. Assim, ele começou com brigas, chegando a esfaquear membros de outras gangues.

Casey lembra de um episódio que marcou sua vida, próximo a uma viela da sua casa.  “Era um dia normal em plena luz do dia e um cara nesse beco estacionou seu carro, caminhou até três caras e os matou, todos os três”, disse o ex-assassino.

“Você está vendo violência em seu apartamento e sua família, e então você está vendo violência em seu beco”, contou.

Casey cometeu um assassinato aos 16 anos. Ele contou ao Pure Flix que apesar de chocante, a violência é algo que alguns vão gostando aos poucos quanto mais cometem atos de agressão. A sensibilidade humana se perde e a violência se torna a sua linguagem.

De ex-assassino para pastor

O agora ex-assassino Casey, no entanto foi preso 21 dias depois do seu crime. Sua vida mudou quando os membros de uma igreja batista fizeram uma visita ao presídio. Uma senhora se aproximou da sua cela e disse que iria orar por ele.

Ela veio lá e pediu aos guardas para se aproximarem da minha cela”, disse ele. “Ela disse: ‘Vou orar por você. Vou colocar você na minha lista de oração. Eu vou orar por você. … E Jesus vai usar você”, lembra Casey.

Ele achou que a senhora havia ficado louca. No entanto, em dado momento o ex-assassino Casey caiu em si e percebeu que estava errado, havia pecado contra Deus e precisava se arrepender. Os frutos das orações começaram a germinar em seu coração.

“Eu tive um momento… onde Cristo [se fez] muito real em minha cela”, ele disse. “Eu sabia de fato que havia pecado diante de Deus. Isso se tornou o ponto crucial de mudança para mim”, conta ele.

Ao sair da prisão, Casey já havia se entregado a Cristo. Ele passou a caminhar no Evangelho, se tornou profundo conhecedor da Bíblia e virou pastor. Hoje ele lidera uma igreja em Burbank, Califórnia, e o seu testemunho de transformação, como ex-assassino, é uma inspiração para outros que se identificam com a sua história.

Comentário