Cristão impediu homem-bomba de entrar em igreja e livrou centenas de fiéis no Sri Lanka

0
24
RAMESH RAJU E FAMÍLIA FOTO: REPRODUÇÃO/BBC

Ramesh, 40 anos, suspeitou do criminoso assim que o avistou com uma mochila tentando entrar para o culto de Páscoa onde 450 pessoas adoravam a Deus.

MUNDO| O cristão Ramesh Raju, 40 anos, foi morto em um dos ataques realizados nas igrejas cristãs no Sri Lanka no Domingo de Páscoa (21), antes de morrer porém, ele impediu que um homem com uma mochila entrasse na Igreja de Sião que estava cheia de fiéis.

Segundo a esposa de Ramesh, Chrishantini, a família estava na igreja desde a manhã, participando da escola dominical. Entre a aula e o culto de Páscoa, ela e os filhos saíram para comer um lanche.

Raju estava no pátio da igreja e viu um homem suspeito se aproximando. “Meu marido sentiu que algo estava errado e informou que ele precisava obter permissão primeiro”, disse a viúva à BBC.

Ramesh obrigou o homem a sair do pátio da igreja, quando ela entrou na igreja, lotada com 450 pessoas prontas para o culto de Páscoa, ela ouviu o estrondo da bomba. Ela chegou a procurar seu marido no hospital, mas ele faleceu ali mesmo no pátio da igreja.

Comentário