Achado confirma existência de Balaque, rei que contratou Balaão para amaldiçoar Israel

0
11
Foto: Israel Finkelstein ,Nadav Na'aman &Thomas Römer

MUNDO| Segundo um estudo da Universidade de Tel Aviv, em Israel, o rei bíblico Balaque, rei dos moabitas, realmente existiu. Lemos sobre Balaque em Números (capítulos 22 e 24), foi ele quem contratou Balaão para amaldiçoar os israelitas.

Através de uma pedra datada do século IX a.C, foi possível afirmar que ele realmente existiu. A pesquisa analisava a pedra que recebeu o nome de Mesha em homenagem ao rei de Moabe. Uma das inscrições foi primeira traduzida como Casa de David.

Mas a pesquisa da Universidade de Tel Aviv refutou essa conclusão por conta de um fragmento pouco legível encontrado na linha 31 da inscrição, onde está citado o nome do rei Balaque (Balak).

Com essa descoberta, o nome de Balaque, que até então se acreditava ter vivido no século XIII a.C, passaria a fazer parte da história antiga da região e especificamente do período da Mesha.

“Ao descartar a leitura da Casa de David, descartamos que o reino da Judeia tenha conquistado o de Moabe, algo que pode ser significativo para a história antiga de Israel”, explicou a agência EFE o professor que liderou o estudo da Universidade de Tel Aviv.

 

Comentário