Missionário enfrenta Estado Islâmico para resgatar bebê

385
Foto: Reprodução/Internet

O ato heroico aconteceu em Mosul, no Iraque. Graças a um missionário dos Estados Unidos, um bebê está vivo e passa bem, ele foi resgatado de uma fazenda liderada pelo grupo terrorista Estado Islâmico.

O fundador do ministério “All Things Possibles”, Victor Marx, relembrou uma de suas recentes missões em uma zona de guerra do Oriente Médio, em sua página do Facebook. “Nós fomos longe para realizar essa tarefa tão importante”, disse ele no vídeo, que teve grande repercussão na rede social.

“Recebemos uma ligação do General Mustafa, dizendo que havia um bebê órfão que precisava de ajuda”, falou Marx, do banco de trás de um veículo enquanto embalava o bebê que aparentemente estava dormindo. Em uma publicação no Facebook, Marx deu mais alguns detalhes sobre a missão de resgate.

“A noite passada foi muito difícil, pois encontramos um bebê em situações bem complicadas. Ele perdeu sua mãe e seu pai, mortos pelo Estado Islâmico que disparou uma metralhadora nas costas deles”, escreveu. Marx falou que tinha chegado com fraldas, talco, remédios para a barriga do bebê e as armas Ak47 e uma Glock.

No vídeo, ele diz que o “o garotinho será chamado de Ali, o nome do soldado que foi morto tentando ajudar seus pais a escapar”. Ele ressalta que o bebê agora está seguro e sendo tratado por um problema em sua barriga e bronquite.

Em seu site, Marx é definido como um missionário que defende as crianças, que ajuda os pequenos a serem libertos de situações arriscadas em todo o mundo, levando equipes de missionários e ajudantes sobre o que ele chama de “missões de alto risco”, onde ninguém mais quer ir, exceto onde a necessidade é grande demais.

Marx é amigo de outro ex-soldado dos EUA que também virou missionário, David Eubank, que lidera um grupo humanitário que trabalha nas zonas de guerra do Oriente Médio. Em um relatório anterior, Eubank lembrou como testemunhou a intervenção de Deus em sua vida, e permitiu que ele e um grupo de soldados iraquianos resgatasse uma iraquiana e dois outros sobreviventes de um massacre realizado por militantes do Estado Islâmico.

Comentário