Presbítero perdoa homem que matou seu filho: “não se paga mal com mal”

0
9
FOTO: Vitor Jubini

BRASIL| O presbítero Alex Sandro, 49, perdeu seu filho em um crime banal. O Herick Costa Nunes de 21 anos morreu, na noite desta sexta-feira (07), após uma confusão numa feira gastronômica, que acontecia em Ponta da Fruta, Vila Velha. O autor do crime foi agredido por populares e está internado no hospital.

“Deus, me perdoa! Me perdoa, Deus… Vou morrer! Cadê o meu pai?”, essas foram as últimas palavras ditas pelo filho, conta o presbítero.

Testemunhas contaram que Herick foi morto após supostamente esbarrar na esposa de um dos vendedores ambulantes que estava no local, comercializando batatas. Furioso com o fato, o comerciante, Ivanildo Santos da Cruz, de 39 anos, teria sacado uma arma da cintura e disparado três vezes contra Herick, que morreu no local.

Perdão

Alex conta que o filho estava afastado do Evangelho e infelizmente morreu como mais uma vítima desse mundo violento. Questionado sobre o que pensa do suspeito de ter matado seu filho, o obreiro evangélico revela que já o perdoou.

” A gente já sabe o que aconteceu e a gente perdoa essa pessoa. O que a gente espera é que essa pessoa se recupere, que Deus possa transformá-la e que a sua família não sofra como a gente. Mesmo que ele tenha apertado o gatilho para matar o meu filho, desejo que a família dele não sofra a perda que nós sofremos. Não se paga o mal com mal. Se não tiver amor no coração, não adianta nada nessa vida”, disse ao site Gazeta.

O pai afirmou ainda que está confortado porque o filho pediu perdão a Deus antes de partir.

Alex Sandro é presbítero na Igreja Assembleia de Deus – Ministério Nova Vida, em Ponta da Fruta (Vilha Velha-ES) e realiza missão com pregações e evangelização nas ruas, em casas de recuperação para dependentes químicos e para famílias que vivem o drama de conviver com parentes viciados em drogas. Ele tinha acabado de chegar de uma dessas pregações quando soube da morte do filho.

FONTE: Folha Vitória e Gazeta

Comentário