Pastores se reúnem para homenagear Martin Luther King nos Estados Unidos e pedem o fim do racismo

0
533
Foto: internet

Um dois maiores líderes religiosos dos Estados Unidos, pastor Marthin Luther King Jr, ativista dos direitos civis, principalmente À comunidade negra.

A manifestação é organizada pelo Conselho Nacional de Igrejas (NCC) e pede o fim do racismo em todas as suas instancias. O conselho é o maior órgão religioso da América do norte e é composto por mais de 45 milhões de membros. O presidente da NCC, Jim Winkler, conta que a mudança começa a partir do momento que os cristãos assumem seus erros. “vivemos há muito tempo sob o flagelo do racismo em nossa sociedade. Para iniciar o processo de cura da nação, nós, como cristãos, devemos nos unir e nos responsabilizarmos por nossas culpas e nos comprometermos em corrigir nossos erros”, afirmou.

Para Sharon Watkins, de acordo com informações do Christian Today, algumas igrejas ainda não são comprometidas com problemas sociais graves, como o racismo. “As igrejas cristãs, presentes em todas as cidades e comunidades de todo o paios, são parte do problema e da solução. Estamos comprometidos em lidar com o mau sistêmico que muitos cristãos e igrejas ainda não reconheceram completamente.

A expectativa é atrair um milhão de participantes para a caminhada que será realizada em Washington.

Comentário