Pastor volta a enxergar depois de ficar cego por 14 anos

0
11
(Foto: Reprodução/AG)

MUNDO| Durante nove anos em seu ministério de 24 anos como pastor principal da Valley Christian Assembly em Charleston, West Virginia, o pastor Philip T. Dunn começou a ter problemas de visão. Aos 45 anos, ele recebeu um diagnóstico de degeneração macular e começou a lutar contra o potencial fim de seu ministério. “Senhor, eu tenho que poder ver para pregar”, ele orava.

O pastor conta que em seu espírito, ele ouvia o Senhor gentilmente perguntar: “Você confia em mim?”. Dunn disse que confiou no plano de Deus e decidiu confiar nele, não importando o que o aguardava no futuro. Embora ele acreditasse em Deus e em milagre, a visão do pastor Dunn piorou progressivamente. Um ano e meio após o diagnóstico, ele não conseguia mais dirigir.

Dunn passou 14 anos sem enxergar e exercendo seu ministério de forma milagrosa, até que uma situação inexperada o levou a ter sua visão restaurada.

Milagre

Após perder a visão nos dois olhos, o pastor acreditava que sua visão seria restaurada um dia. Essa crença tornou-se realidade quando outro problema sério com o olho de Dunn se transformou em uma bênção inesperada.

Em agosto de 2018, aos 60 anos, Dunn começou a sentir dor de cabeça e dor intensa no olho esquerdo. De acordo com a estação de notícias afiliada à ABC, WCHS, uma das cataratas de Dunn se rompeu, o que criou a possibilidade de mais danos ao seu nervo óptico. Então, ele precisou de cirurgia para remover a agora perigosa catarata.

Após a operação, Dunn removeu o adesivo sobre o olho inchado em casa. Para sua surpresa, ele estava conseguindo ver a sala de jantar e até entrou na cozinha para ver sua esposa pela primeira vez em 14 anos. Ela foi a primeira pessoa que ele viu após esse período sem enxergar.

Os oftalmologistas ficaram surpresos quando não encontraram sinais de sua degeneração macular quando ele foi a um exame. Duas semanas depois, Dunn passou por uma segunda cirurgia para remover a catarata do olho direito. Esse olho também recuperou sua visão.

Agora enxergando, depois de 14 anos Dunn pôde ver seu genro e netos pela primeira vez. Sua cegueira havia inclusive impedido que ele visse sua  filha, Sarah, no dia do casamento. Mas agora, o pastor Dunn pode brincar e curtir seus netos.

(Foto: Reprodução/Facebook)

“Os médicos fizeram o que puderam. Deus fez o que eles não puderam”, disse Sarah no noticiário da Assembleia de Deus. Logo após a cura milagrosa, Dunn fez uma viagem para a Califórnia, algo que sonhava fazer há muito tempo. Ele também recebeu sua carteira de motorista novamente.

Quando a visão do pastor Dunn se deteriorou, a preparação e a pregação de sermões se tornaram mais difíceis. Para minimizar os efeitos de sua visão em declínio, ele começou a aumentar o tamanho da fonte em seu computador. Quando isso não funcionou mais, ele fez anotações com marcadores especiais.

Em um domingo, quando estava no púlpito para pregar, o pastor conta que olhou para suas anotações e não conseguiu lê-las.

Naquele momento, ele orou. Para sua surpresa, Deus trouxe à mente os versículos da Bíblia que ele havia memorizado anos antes no Bible Quiz. Ele pregou a partir desses versículos, Deus fielmente passou a dar a ele uma nova mensagem a cada semana.

Quando o pastor Dunn conta que quando recebeu sua primeira Bíblia eletrônica, sua paixão pela Palavra de Deus se acendeu como nunca antes. Enquanto ouvia a Bíblia, Dunn diz que Deus colocava um novo texto em seu coração e ele preparava o sermão para a semana seguinte.

O ministério de Dunn nunca parou, apesar de sua cegueira. Ele foi para um centro de reabilitação, onde aprendeu a usar um programa de computador especialmente projetado para pessoas cegas. Usando este programa, ele podia ouvir e-mails e, pela primeira vez em anos, ele retocou comentários bíblicos.

Armado com essas novas ferramentas, o ministério de Dunn se expandiu e ele passou a pregar em uma prisão de segurança máxima, onde por mais de sete anos ele falava aos presos sobre Jesus. Dunn, que também fala em outras igrejas, trabalhou com o Centro de Assembleias de Deus para Cegos para se conectar com uma rede de ministros com deficiência visual.

O pastor diz que “as coisas que o Senhor me ensinou na escuridão, eu não poderia ter aprendido na luz. Deus me deu uma paixão por conectar as pessoas à Palavra de Deus. Você precisa entrar na Palavra de Deus e deixar que ela fale com você.”

Comentário