Olá! Nesse primeiro momento quero expor minha felicidade em poder falar do evangelho de Cristo por meio da coluna “Nós Somos Igreja”. Minha expectativa é que Deus te alcance e que te ajude em um crescimento espiritual. Já te convido a não somente continuar acompanhando, mas também seguir junto comigo na aventura dessa nova fase.

Bom, me chamo Camilo Marinho e sou natural de Manaus-Am, e por que nova fase? O tema “Nós Somos Igreja” foi algo que em 2014 bateu de frente comigo num período onde eu não entendia qual o sentido de seguir a Cristo e, como todo jovem, sentia que era o dono da razão. Quando estava prestes a perder a direção da caminhada da fé por seguir as minhas próprias razões, me deparei com uma palavra que mudou meu modo de pensar e me instigou a enxergar Cristo por outra ótica e a entender o que cada um de nós representa no sentido de importância para o evangelho. Hoje, não somente tenho entendido como também quero poder te incentivar e instigar começar a se enxergar como igreja.

“E eu lhe digo que você é Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do Hades não poderão vencê-la.” (Mateus 16 – 18)

No evangelho de Matheus, Jesus não busca determinar que sobre Pedro se iniciaria a igreja, mas mostrar a importância que existe nele em representar a igreja viva, a noiva e que ele também é uma pedra utilizada na construção da igreja, algo que reflete sobre cada um de nós. Então a partir dessa palavra, também podemos nos reconhecer como igreja, entendendo a importância de que fazemos parte da composição de um corpo, onde Cristo é a cabeça, as fundações e a pedra angular.

“Vocês também estão sendo utilizados como pedras vivas na edificação de uma casa espiritual para serem sacerdócio santo, oferecendo sacrifícios espirituais aceitáveis a Deus, por meio de Jesus Cristo. “( 1 Pedro 2 – 5)

“Pois assim é dito na Escritura: “Eis que ponho em Sião uma pedra angular, escolhida e preciosa, e aquele que nela confia jamais será envergonhado”. (1 Pedro 2 – 6)

“Deus colocou todas as coisas debaixo de seus pés e o designou como cabeça de todas as coisas para a igreja.”(Efésios 1 – 22)

A partir dai, passei a buscar cumprir o meu papel como um membro de um corpo, entendendo que sou igreja instituída por Deus e que tenho a responsabilidade de levar o evangelho adiante. Algo interessante é que quando depositamos nossa fé em Cristo logo estamos não somente cobertos pela graça. Sua palavra afirma ainda que aquele que confia nele JAMAIS será envergonhado.

Se não houver igreja não há templo, como está citado em 1 Pedro. Cristo é a base de sustentação e cada um de nós, como igreja, somos utilizados como pedras vivas na edificação de uma casa espiritual que podemos entender como casa de oração, o templo, onde é uma das moradas do espírito de Deus.

Ambas as partes exercem uma função de grande importância: o templo, por exemplo, é um local onde partilhamos o pão da vida, aprendemos a caminhar e entender, é onde compartilhamos experiências, entre outros pontos diversos que poderia continuar citando, mas no final de tudo, tanto um corpo quanto um templo não funcionam sozinhos, e a partir daqui gostaria de te desafiar a, dia após dia, buscar a se enxergar como igreja viva e que, em sua função, existe uma grande importância no reino e uma enorme responsabilidade. Cristo foi a mensagem da cruz e até hoje a mensagem não teve fim. Você e eu somos quem irá dar continuidade a essa mensagem.

Seja a igreja, carregue a mensagem da cruz!

Comentário