Maioria dos cristãos britânicos nunca leram a Bíblia, segundo pesquisa

115

É mínimo o número de britânicos que acessam a Bíblia pelo menos uma vez por semana, segundo uma pesquisa encomendada para a Força-tarefa de Evangelismo do Conselho dos Arcebispos.

Apenas 6% das pessoas que vivem no Reino Unido leem a Bíblia e oram uma vez por semana, redefinindo o conceito de “cristãos praticantes” na região. “Isso nos mostra quem as pessoas mais comprometidas são”, aponta o relatório do estudo realizado pela ComRes.

Dentre cerca de 8.150 adultos britânicos entrevistados, 51% se definiram como cristãos. Dentre os cristãos que participaram da pesquisa, 32% tinham mais de 65 anos e apenas 6% idades menores de 24.

A maioria dos entrevistados (56%) afirmaram que são anglicanos, ou seja, membros da Igreja da Inglaterra, a denominação cristã estabelecida oficialmente no país. No entanto, apenas 14% se consideram “cristãos ativos”, enquanto 28% se definem como “seguidores de Jesus”.

Questionados sobre quantas vezes leram ou ouviram a Bíblia, 55% dos cristãos responderam “nunca”, enquanto apenas 14% leem pelo menos uma vez por semana. Enquanto isso, 29% disseram que nunca oraram e 34 % oram pelo menos uma vez por semana. A oração diária é hábito de apenas 18% dos cristãos britânicos.

Em relação à frequência à igreja, há um número maior de cristãos anglicanos que nunca foram ao templo. Os cristãos pentecostais e de igrejas evangélicas independentes são mais propensos a frequentar os cultos.

Evangelho na Europa

A frieza em relação ao Evangelho na Europa está impactando as novas gerações, de acordo com uma pesquisa realizada em Londres em 2014. Na época, uma em cada cinco crianças achava que Jesus era um atleta que jogava pelo Chelsea.

Um questionário foi aplicado para 1.000 crianças no Shopping Brent Cross, com a pergunta “Quem é Jesus Cristo?”. Dentre as opções de respostas, estavam: A) jogador do Chelsea, B) filho de Deus, C) apresentador de TV, D) candidato de um show de calouros ou E) um astronauta. A opção A foi selecionada por 20% das crianças.

Retratando a realidade na Europa, uma pesquisa realizada pela Sociedade Bíblica revelou que um quarto das crianças britânicas “nunca tinham lido, visto ou ouvido falar da Arca de Noé”, enquanto outro terço não sabe nada sobre o nascimento de Jesus, e 43% nunca ouviram falar da crucificação.

Sobre a pesquisa realizada no Shopping, o site “101greatgoals.com” cogitou que a escolha das crianças pode ter sido feita por uma confusão com o nome de Jesus Navas, meia espanhol que jogava no Manchester City.

Comentário