Franklin Graham junta igrejas para dia de oração contra inimigos de Trump

0
9
Foto: Andrew Harrer/Bloomberg via Getty Images

MUNDO| No próximo domingo (2), várias igrejas protestantes dos Estados Unidos promoverão o “dia especial de oração” contra os inimigos políticos do presidente Donald Trump. A ideia, proposta por Franklin Graham foi aderida por outras igrejas e juntas pedirão a Deus que projeta o político de seus inimigos e que não haja um pedido de impeachment.

“Se [Trump] for bem-sucedido, todos nós nos beneficiaremos. Mas se seus inimigos puderem destruí-lo e derrubar a presidência, isso prejudicará toda a nossa nação”, declarou Graham em um vídeo postado no Twitter.

A postagem do pastor se dá em meio a uma movimentação dos democratas no Congresso que debatem se irão adotar ou não os procedimentos para pedir o impeachment contra Trump por conta das suposta obstrução da justiça no caso de investigação de uma interferência russa nas eleições de 2016.

Diversas denominações assinaram o abaixo-assinado se comprometendo a participar do dia de oração especial feito para o presidente.

“Acreditamos que nossa nação está numa encruzilhada, em um perigoso precipício. O único que pode consertar os problemas de nosso país é o próprio Deus, e oramos para que Deus abençoe nosso presidente e nossa nação para a Sua glória”, diz o documento.

Comentário