Estado Islâmico prende 100 mil crianças para usar como “Escudo Humano´´

0
861
Foto: Reprodução/Internet

O estado islâmico tem sido acusado pela O UNICEF, o fundo infantil das Nações Unidas, por prender mais de 100 mil pessoas na cidade de Mossul (Iraque), para usá – las como escudo humano.

“Estamos recebendo relatos alarmantes de pessoas, incluindo várias crianças, sendo mortas no oeste de Mosul. Alguns foram mortos quando tentaram desesperadamente fugir da guerra que se intensifica a cada hora”, disse o presidente da UNICEF no Iraque, em comunicado na última segunda-feira.

“As vidas das crianças estão na linha de frente. As crianças estão sendo mortas, feridas e usadas como escudos humanos. Elas estão experimentando e testemunhando uma violência terrível, que nenhum ser humano jamais deveria testemunhar. Em alguns casos, eles foram forçados a participar da guerra e até praticar violência”, explicou emocionado.

O presidente disse que os 100.000 meninos e meninas permanecem em “condições extremamente perigosas” em Mossul, nos dias de hoje está cercada por tropas da coligação que espera retomar a cidade das mãos do Estado Islâmico, e expulsar os terroristas do país.

“À medida que a luta continua, a UNICEF convida todas as partes no oeste de Mosul a protegerem as crianças e mantê-las fora de perigo em todos os momentos, de acordo com as obrigações que lhes incumbem por força do direito humanitário”, apelou ele.

 

 

Comentário