Escritora e apresentadora cristã passa a ajudar leprosos pelo mundo

0
409

 

A escritora e apresentadora cristã

Foto: Reprodução/ Internet

é conhecida nos Estados Unidos por apresentar um programa com canções de louvor à Deus no canal BBC. Agora, terá uma grande responsabilidade, uma atividade desafiadora. Inspirada por sua fé, Pam vai ajudar pessoas que sofrem de lepra.

A comunicadora foi nomeada vice-presidente da “The Leprosy Mission”, uma organização missionária que atua com o objetivo de ajudar pessoas leprosas . Ela disse: “Como cristã, sempre me emocionei por histórias na Bíblia de pessoas com lepra sendo temidas, expulsas para viver em colônias e separadas de suas famílias e comunidade”.

Mas ainda existe pessoas com lepra no mundo?. Pam explica: “Como a maioria de nós, acreditava que essa patologia, uma doença desfigurante, havia sido erradicada nos últimos 2 mil anos. Foi chocante descobrir que, apesar da cura estar disponível, milhões de pessoas em todo o mundo ainda lutam contra os terríveis efeitos da lepra, sendo rejeição e estigma”, ressaltou.

“Muitas vezes, perguntamos: ‘O que Cristo faria?’ Eu acho que Ele trabalharia para mudar a saúde e as vidas de todos com lepra, por meio do desenvolvimento da ciência na área médica, educação e criação de oportunidades que permitirão que pessoas afetadas pela lepra tenham a dignidade e o senso de valor que merecem”, pontuou.

Pam ainda comenta que ama o fato de que a “The Leprosy Mission” é apoiada por cristãos espalhados por vários lugares do mundo e fazem o que podem para ajudar. “Um exército de pessoas comuns pode fazer maravilhas quando sabem que estão lutando para erradicar a injustiça e o sofrimento”.

O diretor nacional da The Leprosy Mission, na Inglaterra e no País de Gales, Peter Waddup, disse: “Estamos muito satisfeitos em receber Pam nesta missão. Sabemos que ela fará um maravilhoso trabalho como vice-presidente e será de grande contribuição para o nosso trabalho”, disse.

A lepra é causada pelo bacilo “Mycobacterium Leprae” e os sintomas podem levar entre 5 à 20 anos para aparecer. Milhões de novos casos são relatados a cada ano, embora possa ser tratado. Isso afeta a pele, os nervos, a respiração e os olhos, além de ser transmitido através de gotículas do nariz e da boca.

Comentário