Oi pessoal! Tudo bem?

Deixa eu me apresentar, sou Marjorie Leite, missionária no Amazonas, mais especificamente nos ribeirinhos do Estado e gostaria de dividir um pouco com vocês diversas coisas sobre as alegrias (que não são poucas) e as dificuldades que enfrentamos diariamente nessa jornada. Vou compartilhar alguns desafios, sonhos, dicas e rotinas, porque além de fazer a obra no campo alguns de nós ainda precisam conciliar viagens missionárias com profissão, família, estudos, negócios e uma infinidade de coisas. Será se é realmente possível ser tão versátil em um mundo que cobra tanto de nós? Hoje, não basta fazer tudo legal, bonitinho e razoável, precisamos ser a diferença e realmente fazer o melhor naquilo que fomos designados.

Com certeza precisamos ter “organização”. Hábitos, às vezes, são difíceis de serem mudados, é necessário perseverança e constância para delimitar objetivos na vida, e isso não se limita apenas às missões, é válido para tudo. Muitas pessoas acham que missões são resumidas apenas em viagens, mas, vai muito além disso. Ser missionário é doar sua vida para ser carta de Deus onde você estiver, é ter um propósito claro no coração sobre o que é o Reino de Deus, é renunciar-se e esforçar-se para amar da forma que Jesus nos ensinou. Em suma, você também pode ser um missionário onde você está, sim!

Uma viagem missionária pode virar uma viagem turística se não tiver um propósito bem definido, esta se resumiria em belas fotos com versículos impactantes e só. Em contrapartida, uma viagem de férias pode se tornar uma viagem missionária se estivermos com o coração e ouvidos atentos ao direcionamento do Senhor. 

Apesar de ser alvo de muitos holofotes mundo à fora, missões ainda é um tema pouco explorado, a maioria das pessoas quer ser enviado para lugares perseguidos, campos de concentração, vilarejos inóspitos, etc,  mas não tem noção do que é de fato, na verdade, eu até arriscaria dizer que mesmo se eu tivesse lido um passo a passo do que eu passaria em alguns lugares, com certeza nenhuma dialética expressaria o que se sente ao estar em certas situações. É totalmente diferente, quem já esteve em alguma situação parecida pode constatar.


Por isso, desde já peço perdão se não cumprir 100% com minha missão aqui, até porque alguns relatos temos permissão de expor com uma infinidade de detalhes por motivo de segurança dos nossos irmãos, mas no que eu puder, contem comigo, amo “tagarelar escrevendo”.

Eu quero contar com vocês pra me ajudar nisso também, me dando sugestões, ideias para abordar aqui, dúvidas frequentes. Até porque DE FORMA NENHUMA vou levar essa coluna sozinha. Acredito piamente que uma visão Deus dá em particular sim, mas a MISSÃO pra que a visão se cumpra só realizamos em UNIDADE. Vamos expor aqui também realidades e noticias tanto da obra missionária que eu faço parte, Missão Confins da Terra  (MCT), quanto das experiências de amigos e parceiros ministeriais que lidam de forma brilhante com a continuidade do IDE de Jesus nessa Terra.

Nem tudo são flores, óbvio, mas as flores do caminho são lindas e com certeza compensatórias, suportamos as lutas frequentes pela alegria que nos está proposta. Nossa vida nessa Terra é um sopro, a eternidade é um presente de Deus e precisamos pensar nela também, quando nosso foco muda, nossas atitudes e escolhas também mudam. Quero te convidar a pensar além, acima de fama, dinheiro, reconhecimento e visibilidade. Vamos juntos aprender uns com os outros de forma a parecermos a cada dia mais com nosso Rei, Jesus Cristo.

Comentário