“Barbie muçulmana” recita trechos do Alcorão para crianças

130
Boneca Jenna foi criada para ensinar “modéstia” e propagar a religião islâmica (Foto: Reprodução/ Internet)

Criada pela francesa Samira Amarir, a boneca Jenna Hijabi lembra a mundialmente famosa Barbie, mas ao contrário da versão norte-americana, seu objetivo é ensinar a “modéstia” para as meninas.

Como indica o seu nome, ela usa um hijab, lenço que cobre os cabelos e veste uma abaya, vestido comprido que tapa a totalidade dos braços e das pernas. Além disso, ela fala, sendo capaz de recitar trechos do Alcorão.

Lançada oficialmente este mês no Oriente Médio, a boneca recebeu o nome de Jenna, que significa paraíso em árabe. Sua criadora, Samira Amesrouh, diz que encontrou uma lacuna no mercado e acredita que a boneca será um sucesso no mundo todo.

“Além de se parecer com uma muçulmana, Jenna também age como uma. Tem a capacidade de recitar 4 versos do Alcorão”, explica o Daily Mail.

No ano passado a Mattel, dona da marca Barbie, lançou uma coleção de bonecas com diferentes tons de pele, visando ampliar seu mercado, foi feita uma campanha para que lançasse a “hjarbie”, versão islâmica da boneca, mas a empresa não acatou os pedidos. Esse foi o ponto de partida para Amarir.

A produção em massa do brinquedo já começou e está sendo disponibilizada em países do Oriente Médio. O objetivo é oferece-la em todos as nações do mundo. O diferencial é que o tom de pele escolhido é branco, visando uma maior penetração em países ocidentais.

Além disso, Amarir ressalta que os quatro capítulos que Jenna recita são curtos e foram escolhidos por serem fáceis para uma criança memorizar. Ela afirma que após começar a brincar com a boneca, qualquer criança saberá de cor os versos.

A criadora de Jenna está tão confiante no sucesso de sua criação que mudou-se com a família da França para os Emirados Árabes Unidos, onde negocia a exportação para países de maioria islâmica.

(Gospel Prime)

Comentário